Notícias

Junho - 2017
John Deere apresenta a retroescavadeira 310L produzida no Brasil
O equipamento traz atualizações que possibilitam maior disponibilidade, mais produtividade e menor custo operacional

As retroescavadeiras John Deere são conhecidas por sua versatilidade na obra e manutenção facilitada. O equipamento, que desenvolve diversas funções no canteiro, está ainda melhor e chega com nova nomenclatura, a Retroescavadeira Série 310L, que também atende à regulamentação de emissões MAR-I. Este novo motor oferece potência líquida de 86 hp, 8% superior ao modelo anterior, para assegurar produção ainda maior. 

Produzida no Brasil, na fábrica localizada em Indaiatuba (SP), está disponível por meio de uma sólida rede de distribuidores, que hoje cobre 100% do País. A fabricação em território nacional possibilita o financiamento por meio dos programas de crédito governamentais voltados à aquisição destes equipamentos.

“A John Deere possui o compromisso de investimentos a médio e longo prazo e a produção da retroescavadeira 310L no Brasil é mais um passo que consolida a posição da John Deere no mercado de Construção. Esse equipamento possui novas características que com certeza irão facilitar a vida dos operadores e trazer muito mais rentabilidade ao negócio deles”, afirma Roberto Marques, diretor de Vendas da divisão de Construção & Florestal da John Deere Brasil.

As retroescavadeiras, bem como as demais máquinas da linha amarela utilizadas em Construção, se modernizam ano a ano por meio da alta tecnologia, que viabilizam um aumento da produtividade dos clientes e a facilidade da execução dos serviços. Dentre os principais destaques da máquina estão os controles mais ergonômicos, que foram desenhados para fornecer mais conforto ao operador o que por consequência eleva sua produtividade. A alavanca de controle da carregadeira possui um interruptor de neutralização da transmissão.

Ainda em questões relacionadas à produtividade da operação, o equipamento traz a exclusiva Transmissão Powershift ™ como padrão, que proporciona mudanças de marchas rápidas e suaves e sua embreagem com aplicação multi-placas permite o engate instantâneo na tração dianteira (MFWD). 

O corpo da máquina com o chassi de estrutura unitária e o estilo caixa proporcionam rigidez máxima, peso leve e integridade estrutural para a vida útil da máquina. O design eficiente e durável dos principais sistemas reduz os custos de operação. “O acesso fácil a todos os pontos de manutenção da retroescavadeira permite realizar todas as verificações e tarefas conforme recomendado, aumentando as chances de evitar falhas importantes e redução do tempo de inatividade”, explica Luis Viegas, gerente de Marketing de Produto da John Deere Construção.

Diagnósticos mais precisos
A John Deere possui o JDLink™, que é um produto inovador. Ele é uma solução de telemática que permite o gerenciamento das operações de qualquer lugar, a qualquer instante, a partir de uma conexão com a internet. A capacidade de coletar e processar as informações possibilita que os clientes gerenciem a disponibilidade, o desempenho e os custos de produção das máquinas e do negócio.

As retroescavadeiras 310L possuem o JDLink™ como opcional, o que permite a capacidade de melhores diagnósticos remotos. Foram realizados aprimoramentos significativos para os diagnósticos hidráulicos e calibrações disponíveis, permitindo que seu cliente possa diagnosticar e calibrar sua máquina a partir do assento do operador. 

Caso o sistema opcional JDLink™ esteja equipado e se um técnico de serviço for necessário, os operadores terão acesso a essas informações através de diagnósticos e programação remotos e Service ADVISOR™, permitindo-lhes gravar leituras, realizar análises e trazer as peças certas para o campo, resolver o problema e aumentar a disponibilidade. 

Os distribuidores estão sendo constantemente treinados e preparados para prestar assistência técnica adequada aos clientes. Isso foi reforçado com a inauguração do Centro de Treinamento em Campinas (SP), em 2015, um local exclusivo para a capacitação técnica.

Bloques novedades